A Motoristas PX é uma ferramenta em que caminhoneiros profissionais com cadastro de MEI podem se candidatar a vagas de prestação de serviços, sem vínculo empregatício, a empresas do setor. 

Na prática, o motorista e a empresa se cadastram na plataforma. Ao surgir uma oportunidade de trabalho, a empresa disponibiliza a vaga na ferramenta, com todas as informações necessárias.


Uma pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) revelou que 33% dos transportadores demitiram funcionários em virtude da crise gerada pela pandemia do coronavírus e, que até o fim de maio, este percentual chegaria a 42,8%.

São números preocupantes, que sequer os empregadores gostariam que existissem. Obviamente que rescisões de contratos/contratações fazem parte da rotina das empresas, mas não é esta a realidade.

Infelizmente esta ação em massa aconteceu porque as empresas tiveram queda de arrecadação, de volume de cargas transportadas. Ou seja, com baixa no caixa, não há como manter o quadro de profissionais.

Isso prejudica não apenas a cadeia do transporte, mas toda a economia.

Quer dizer que há, pelo menos, um setor com redução de funcionários e, consequentemente, redução no poder de compra. Em outras palavras, as engrenagens da economia giram mais lentamente.

Para amenizar a situação da mão de obra do Transporte Rodoviário de Cargas (TRC), uma empresa de Joinville lançou uma ferramenta diferenciada.

A Motoristas PX é uma ferramenta em que caminhoneiros profissionais com cadastro de Microempreendedor Individual (MEI) podem se candidatar a vagas de prestação de serviços, sem vínculo empregatício, a empresas do setor. 

Na prática, o motorista e a empresa se cadastram na plataforma. Ao surgir uma oportunidade de trabalho, a empresa disponibiliza a vaga na ferramenta, com todas as informações necessárias.

Diversos motoristas cadastrados na ferramenta verificam a vaga e, se houver interesse, candidatam-se.

Eles são submetidos à uma seleção levando em conta diversos critérios, até que o profissional é selecionado.

A partir disso, o caminhoneiro pode ser contratado para prestar o serviço para uma empresa por um período determinado de dias e, após este tempo, ele ficará por certo período sem receber ofertas desta empresa.

Sem dúvidas, é uma alternativa excelente para o período de crise. Auxilia tanto às empresas quanto aos motoristas. Fomenta negócios e mantém a economia aquecida.

Além disso, assegura o trabalho do TRC, o que garante o abastecimento de toda a sociedade.

Mas, acima de tudo, em meio à crise, a PX Motoristas oportuniza o lançamento de um novo motorista para o mercado.

 - via https://www.economiasc.com


SAIBA MAIS EM: www.motoristapx.com.br