Após o Uber anunciar algumas medidas de proteção, como solicitar a comprovação de uso de máscaras pelo motorista e pelos passageiros, além de outras verificações de segurança, o 99 anunciou que a partir da próxima segunda feira, 22 de maio, também passará a fazer essa verificação.

A comprovação será feita pelo motorista, que deverá enviar uma selfie que comprove que estão utilizando máscaras. O motorista que não seguir a exigência ou que não estiver utilizando o equipamento de proteção poderá ser suspenso, caso o usuário – que também deverá utilizar máscara – faça uma denúncia.

Para comprovação do uso de máscaras, o aplicativo utilizará inteligência artificial. Esse método já é utilizado na China pela DiDi – proprietária do aplicativo 99 – desde janeiro e agora o Brasil, Austrália, Japão e outros países da América Latina também se juntam ao país e também adotam essa medida.

O aplicativo anunciou ainda que a partir de junho os motoristas terão que informar periodicamente a sua temperatura corporal, além de enviar fotos que comprovem a limpeza do carro.

A empresa anunciou que tanto o passageiro, quanto o motorista poderão cancelar a viagem caso não se sintam à vontade ou seguros em relação à viagem.

Vale ressaltar que desde março a 99 oferece um auxílio de pelo menos R$300 para motoristas e entregadores que precisem ficar de quarentena ou caso testem positivo para o novo coronavírus. O valor é definido pela média de ganho diário entre os meses de setembro de 2019 e fevereiro deste ano.

Os entregadores que utilizam o serviço 99 Food também deverão comprovar a utilização de máscaras.